FREI PAUL KROETZ: 25 ANOS DE SACERDÓCIO!

WhatsApp Image 2020-06-16 at 10.27.59

Onde o povo de Deus tem uma necessidade, lá está o Sacerdote que sabe escutar e sente um mandato amoroso de Cristo, que o envia para socorrer, com misericórdia, aquela necessidade ou apoiar os bons desejos com caridade criativa” (Papa Francisco).

Deus é bom e em sua bondade sempre voltou seu olhar de ternura para nossa Diocese de Diamantino, não permitindo que, ao longo de toda nossa caminhada pastoral, nos faltassem zelosos pastores para o cuidado de nosso rebanho! Por isso, bendizemos o Senhor por todas as vocações que, em nossas terras mato-grossenses, se fizeram oblação e nos ajudaram a chegar até aqui! Particularmente, elevamos nossa gratidão pela vida e vocação do estimado Pe. Frei Paul Kroetz, OFMCap, que, neste corrente ano, celebra seu jubileu de prata sacerdotal (1995 – 2020).

Sobre o jubilando. Paul Kroetz nasceu em São João do Oeste, Santa Catarina, em 27 de junho de 1962, filho de Ivo Kroetz e Ita Catarina Kroetz. Em 1984, ingressou na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, vindo a receber a Ordenação Sacerdotal em 30 de abril de 1995, em Dois Irmãos – RS, pela Imposição das Mãos e Oração Consecratório de Dom Frei Boaventura Kloppengurg, OFM, na ocasião Bispo Diocesano de Novo Hamburgo – RS.

Inspirado pelo lema de ordenação “Dai-lhes vós mesmos de comer” (cf. Lc 9,13), Frei Paul exerceu seu ministério sacerdotal nos Municípios de Espigão do Oeste – RO e Porto Velho – RO. Em Mato Grosso, pastoreou em Barra do Bugres, Campo Novo do Parecis e Sapezal. Atualmente, exerce, com zelo, o ofício de Pároco na Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Sapezal. Pe. Paul, como fruto de seus 25 anos de ministério, escolheu como lema jubilar: “Eis-me aqui, eu vim, ó Deus, para fazer a Tua vontade” (cf. Hb 10,7), e renova sua adesão ao chamado que, um dia, o Senhor docilmente lhe fez.

Nossa Diocese de Diamantino eleva sua gratidão a Deus por contarmos entre nossos Presbíteros com o estimado Pe. Frei Paul Kroetz e pelos muitos frutos de sua doação e maturidade ministerial. Também eu, como Bispo desta porção do Povo de Deus, dou particular testemunho do belo trabalho realizado por este irmão Sacerdote, dedicando, em nossa Diocese, bons anos de seu ministério, pelo qual, com reverência, agradeço muitíssimo. Rogo à Virgem de Fátima, Mãe de Cristo, o Sumo Sacerdote, que o cumule de ricas bênçãos para que a sua vocação seja frutífera ente nós!

 

Felicidade Pe. Paul, paz e bem!

 

Diamantino, 16 de junho de 2020.

+ DOM VITAL CHITOLINA, SCJ

Bispo Diocesano de Diamantino – MT

Deixe seu comentário